Niquelândia, Goiás,
segunda-feira, dia 11 de dezembro de 2017
 
05/12/2017
Presidente recebe Evo Morales após cancelar duas vezes o encontro
O presidente Michel Temer recebeu em visita oficial nesta terça-feira (5) o presidente da Bolívia, Evo Morales, após ter cancelado dois encontros anteriores com o boliviano. Nos últimos dois meses, o peemedebista adiou por problemas de saúde a recepção ao presidente sul-americano, que foi critico ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Em outubro, Temer cancelou para passar por procedimento na próstata no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Na semana passada, não o recebeu para desobstruir artérias coronárias.
 
O presidente Michel Temer recebeu em visita oficial nesta terça-feira (5) o presidente da Bolívia, Evo Morales, após ter cancelado dois encontros anteriores com o boliviano.

Nos últimos dois meses, o peemedebista adiou por problemas de saúde a recepção ao presidente sul-americano, que foi critico ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Em outubro, Temer cancelou para passar por procedimento na próstata no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Na semana passada, não o recebeu para desobstruir artérias coronárias.

No ano passado, o boliviano chamou o impeachment de "golpe" e convocou para consulta o embaixador da Bolívia no Brasil, o que é considerada uma retaliação diplomática.

A vinda de Morales ao Brasil tem como objetivo arenovação do acordo de compra de gás natural com o Brasil, apesar das diferenças políticas entre os dois líderes.

Morales tem mantido contato com o Brasil por questões comerciais, já que o país é o principal destino das exportações bolivianas, 19% do total.

Em cerimônia no Palácio do Planalto, contudo, só foram assinados dois acordos, nenhum deles relacionado à área energética.

Os dois países firmaram um memorando de entendimento para a a construção de um corredor ferroviário e assinaram compromisso de cooperação policial para combate ao crime organizado.

Drible Propaganda em Goinia